Misterioso Orang Pendek é visto por expedição britânica


Uma das pegadas da criatura


Um misterioso homem macaco que habitaria uma floresta na ilha de Sumatra foi descoberto por exploradores britânicos que teriam conseguido tirar fotos de suas pegadas.

A equipe de quatro exploradores britânicos e seu guia indonésio o rastrearam através da selva densa e traiçoeira do Parque Nacional Kerinci de Sumatra, onde dois deles teriam tido um vislumbre do Orang Pendek - ou homem pequeno.

A equipe trouxe amostras de cabelo e um pedaço de palmeira mastigada que acreditam, forneça a prova de DNA do Orang Pendek - uma criatura avistada na área desde os tempos coloniais e que tem fama de ser imensamente forte.

Uma amostra de cabelo que pertenceria ao macaco também está sendo analisada. A equipe espera que com o envio da amostra para diversos laboratórios, poderá encontrar provas de DNA do Orang Pendek .

Avistamentos da criatura datam do tempo do colonialismo. Testemunhas o descreveram como tendo cerca de 1.50 metros de altura e bípede, como um ser humano.

Também se pensa que é extremamente forte - testemunhas relataram que o viram derrubando toras.

Após uma onda de avistamentos ao redor do Lago Gunung Tuju, no parque nacional de Kerinci, uma equipe do Centro Forteano de Zoologia de Devon - que investiga espécies desconhecidas de animais -, embarcou em uma missão de duas semanas para a região para ver se poderiam obter provas da existência da criatura.

Richard Freeman, o zoólogo da expedição e diretor do Centro de zoologia, disse que acredita que a criatura é uma espécie não identificada de macaco.

"Nós não estamos falando de um unicórnio ou um grifo, estamos falando de um macaco que é desconhecido da ciência", "É bem possível que em algum museu exista um crânio e ossos do Orang Pendek rotulados como orangotango." disse ele.

A equipe, que acaba de regressar da sua expedição de duas semanas, considerou-a um sucesso e está aguardando os testes. "Nós encontramos vários conjuntos de marcas na lama e na terra", disse ele.

"Eu sei que essas pegadas não foram feitas por qualquer espécie de macaco e não são feitas por qualquer espécie conhecida que viva no parque. "Foi um macaco - mas não um tipo de macaco conhecido - é mais adaptado para andar ereto".

Freeman afirma que dois membros da expedição viram a criatura por trás, mas, infelizmente, a equipe não conseguiu obter uma fotografia.



Fonte: Telegraph/The Sun/arquivosdoinsolito
Share on Google Plus

About ♰†♰Death Angel♰†♰

0 comentários:

Postar um comentário