10 sentidos humanos poucos conhecidos

Olfato, paladar, visão, tato e audição. Para muitos, estes são os únicos cinco sentidos que possuímos. Mas, na realidade, estudos apontam que possuímos 21. Logo, quando alguém diz ter um “sexto sentido”, não está de todo errado, embora não signifique que ela está “pressentindo” algo.
Nossa ampla gama de sentidos muitas vezes é bastante surpreendente para as pessoas, até que elas percebem que eles são utilizados todos os dias, naturalmente. Muitos dos sentidos humanos que nós esquecemos são extremamente importantes para a nossa vida cotidiana. Confira:


10. Sensação de plenitude

10

Sabe quando você sente que comeu e bebeu o suficiente e seu corpo está tentando avisá-lo sobre isso? A sensação de plenitude é um sentido separado do seu corpo, envolvendo o seu próprio conjunto de receptores sensoriais que informam quando você está satisfeito e precisa parar de comer. Fazem parte deste conjunto receptores de estiramento, que permitem que você saiba que o seu estômago está ficando cheio.
O estômago envia ao cérebro certos sinais de que o alimento foi digerido, o que significa que se você comer sua comida devagar, você vai se sentir mais “cheio” do que se você comer a mesma quantidade em um curto período de tempo. Seu cérebro basicamente precisa de tempo para acompanhar o que o seu corpo está fazendo.


9. Temperatura

9
Este pode não ser muito surpreendente, mas é importante notar que o seu senso de temperatura – do quente e do frio – não é apenas uma parte do seu sentido de tato, mas, na verdade, um sentido distinto. Nossos termorreceptores detectam o quente e o frio, entre outras coisas, que auxiliam nossos corpos a ajustar a mudança de temperatura em nosso ambiente. Os sinais de termorreceptores viajam através da medula espinhal e, finalmente, chegam ao tálamo, onde nos informam sobre o que precisamos saber: se estamos quentes e precisamos nos resfriar ou o contrário.


8. Níveis de oxigênio

8 

O objetivo dos quimiorreceptores periféricos é estar atento ao sangue em suas artérias e monitorar o nível de oxigênio, bem como a quantidade de dióxido de carbono no corpo, entre outras coisas. Ele alerta seu corpo quando os níveis de dióxido de carbono estão muito altos, permitindo assim que você expire a taxa correta. Além disso, o seu corpo tem receptores que informam sobre o quão cheios seus pulmões estão, para que seu cérebro saiba a quantidade de ar que precisa colocar para dentro do corpo.


7. Zona de disparo do quimiorreceptor emético

7 

Responsável por se comunicar com drogas ou hormônios transportados pelo corpo através da corrente sanguínea, este é o sentido que diz ao seu corpo quando algo não está bem e é necessário vomitar. Um dano nesta habilidade pode levar a incontroláveis vômitos, ou, por vezes, a uma perda completa da capacidade de vomitar. Tal dano geralmente ocorre como o resultado de um acidente vascular cerebral (derrame).


6. Senso magnético

6 

Você sabia que o seu corpo pode, potencialmente, descobrir a direção, com base em seu sentido de campos magnéticos da Terra? Embora ainda haja algum debate a respeito de como somos capazes de usar este senso corretamente, seria, obviamente, bastante útil para fins de navegação, se formos capazes de aproveitá-lo. Algumas pessoas parecem ter um senso de direção mais aguçado, como se o nível que receptores magnéticos fosse mais avançado. Estas pessoas localizam-se a norte ou sul instantaneamente, sem a necessidade do uso de bússola.
Este sentimento é mais comum e mais pronunciado entre outros animais, como abelhas, pássaros e até vacas.


5. Senso vestibular

5 

É mais comumente conhecido como “senso de equilíbrio”. É regulado pelo seu ouvido interno, que é a parte do sistema envolvido na audição, e considerado uma sensação completamente separada. Comumente, este senso pode ser impedido de funcionar se o corpo tiver ingerido uma grande quantidade de álcool.


4. Coceira

4 

Embora possa parecer mais um incômodo do que uma ferramenta útil, uma coceira não deixa de ser importante, pois envia uma mensagem para o seu corpo de que algo não está totalmente certo com alguma parte de sua pele. Às vezes, pode ser apenas o fato de estar seca ou pode haver insetos microscópicos à espreita em seus folículos pilosos, que precisam ser removidos através da coceira. Uma coceira é, basicamente, um sinal do seu corpo para seu cérebro de que você precisa dar uma olhada na área afetada, e descobrir o que está acontecendo.


3. Nocicepção

3 

Nocicepção é o sentido que permite que você sinta dor. Alguns sugerem que ela deve ser considerada em conjunto com o tato – mas os dois muitas vezes são combinados, e a dor ainda é uma sensação completamente diferente. Não só isso, mas alguns pesquisadores acreditam que a dor deve ser dividida cientificamente em três sentidos distintos, cada um relacionado a um tipo diferente de dor: dor localizada na pele, dor envolvendo os ossos, e dor sentida nos próprios órgãos.


2. Passagem de tempo

2 

A maioria de nós tem uma boa percepção do tempo, e as pessoas mais jovens são especialmente precisas nisso. Parte deste sentido é governado pelo núcleo supraquiasmático, o qual controla os ritmos circadianos. Embora a nossa capacidade de perceber a passagem do tempo seja muito útil, algumas vezes nos enganamos, como ocorre como todos os sentidos. Não houve um dia em que você sentiu que o tempo passou mais devagar ou mais rápido do que ele realmente é?


1. Propriocepção

1 

A propriocepção é essencialmente o sentido de localização corporal, de saber onde seus braços e pernas estão em relação ao resto do seu corpo. Isto é o que a polícia faz em testes de sobriedade, pedindo para você tentar fazer coisas como tocar o nariz com o dedo. Não são raros os casos, ainda em grande parte um mistério para os médicos, em que as pessoas perdem o seu sentido de propriocepção. Se isso acontecer, as mais simples e comuns tarefas, como abrir uma porta, pegar um copo ou usar um lápis tornam-se muito difíceis. Essas pessoas têm que observar cuidadosamente cada movimento de seus membros, a fim de usá-los com sucesso.

Fonte: http://hypescience.com
Via: Bicho Noturno
Share on Google Plus

About Wesley Fernandes

0 comentários:

Postar um comentário