Deep Web - Bonecas Sexuais Humanas (+18)



Deep Web é o conteúdo da World Wide Web que não faz parte dos mecanismos de busca padrão. Não deve ser confundida com a dark Internet, na qual os computadores não podem mais ser alcançados via Internet, ou com a Darknet, rede de compartilhamento de arquivos. Mike Bergman, fundador da BrightPlanet e autor da expressão, afirmou que a busca na Internet atualmente pode ser comparada com o arrastar de uma rede na superfície do oceano: pode-se pescar um peixe grande, mas há uma grande quantidade de informação que está no fundo, e, portanto, faltando. A maior parte da informação da Web está enterrada profundamente em sites gerados dinamicamente, a qual não é encontrada pelos mecanismos de busca padrão. Estes não conseguem "enxergar" ou obter o conteúdo na Deep Web - aquelas páginas não existem até serem criadas dinamicamente como resultado de uma busca específica. A Deep Web possui um tamanho muito superior ao da Surface Web. 





Segundo a lenda, as bonecas sexuais humanas são geralmente crianças entre 8 à 10 anos, compradas de famílias miseráveis, em países aonde a pobreza extrema atinge a maioria da população. Por centenas de dólares essas crianças são adquiridas pelos “Dolls Makers”.

Em seguida, acreditá-se que são levadas à centros cirúrgicos clandestinos e transformadas em bonecas vivas que não apresentem resistência às perversões sexuais dos seus donos. Seus braços e pernas, são amputados e substituídos por próteses de silicone. As cordas vocais são retiradas e os dentes arrancados, sendo substituídos por próteses de silicone ou borracha. A intenção é claramente transformar a vitima em uma boneca viva, incapaz de ferir o cruel comprador.

Todo procedimento só é iniciado após a “boneca” ter sido encomendada. O preço varia entre 40 mil dólares à 700 mil dólares, dependendo das exigências feitas. A boneca ainda viria com uma espécie de manual de instruções, dizendo como alimentá-la e realizar as demais necessidades básicas humanas para a sobrevivência, já que ela dependeria do dono para tudo a partir daí, no manual também constariam instruções para o "descarte da boneca", após o termino da sua "vida útil". A estimativa de vida seria reduzida há um ano após o inicio dos procedimentos cirúrgicos.

Nenhum órgão governamental conseguiu localizar a origem dos Dolls Makers. As informações são escassas e toda transações monetárias são via Bitcoins, tudo muito sigiloso, não deixando qualquer rastro. Sabe-se porém que não são um ou dois grupos e sim, dezenas deles oferecendo o serviço na Deep Web.

O caso que ficou famoso na Surface das bonecas sexuais foi o da “Lolita Slave Toys”. Um membro anônimo do 4chan, que se auto intitulava hacker, publicou no fórum o print screen, o endereço da Onion e a forma de entrar nele. O site era apenas uma imagem, com um texto explicando o que era e como adquirir a sua “boneca”. Com o aumento significativo do número de visitas, o Dolls Maker chamado de Pussymonster, provavelmente notou que foi descoberto e limpou tudo que era rastro antes que qualquer detetive virtual chegasse ao seu paradeiro.


O print abaixo, foi supostamente retirado da Deep Web. Segundo a história é um site de um médico aposentado, que resolveu virar um Dolls Maker.




Fonte: CovaDoInferno
Share on Google Plus

About Wesley Fernandes

0 comentários:

Postar um comentário