A lenda da mulher Cavalo de Jaguaruana


A lenda da mulher cavalo surgiu no município cearense de Jaguaruana, divisa com o Rio Grande do Norte. Este mito vem deixando muita gente com medo de sair de casa durante a noite. O assunto é discutido nas esquinas, nos bares, escolas e falado até em programas de rádio. Os comentários alegam que durante a noite transita uma criatura com corpo de mulher, em cima do local da cabeça de um cavalo, lembrando um centauro – criatura mística da Grécia antiga.
A “mulher cavalo”, ao ser vista por alguém, passa a correr atrás da pessoa, aconselha-se que para não correr o risco de se encontrar com a criatura, alguns jovens, após saírem das festas, juntam-se em grupos para voltarem pra casa, enquanto outros nem para festas estão indo. Outras pessoas mais curiosas, estão à caça do estranho ser.
Comentou-se por toda a cidade que o “inspetor Marcão”, chefe da unidade policial do município, havia visto a aberração e efetuado alguns disparos – ele nega tais boatos.


Testemunho


Muitos relatos sobre aparições da mulher-cavalo correm pela cidade de Jaguaruana. Segundo Geovane, de 18 anos, ele saiu de um circo que se encontrava-se no município e, ao se dirigir a sua casa, no bairro do Juazeiro, a cerca de 100 metros, uma mulher com formas de um cavalo o perguntou para onde ele iria. Geovane correu em direção de casa, sendo perseguido pela tal mulher.

Ao chegar na residência o rapaz foi socorrido pela mãe e vizinhos que ouviram os gritos de socorro. Segundo o depoimento de sua mãe, Dona Biró, o filho “não é menino de mentiras” e ele chegou “quase sem fala em casa”. Homens vizinhos do rapaz se armaram de paus e foram atrás da criatura. De acordo com o jovem, ela teria fugido para as terras do DNOCS, em meio a escuridão e o mato.


Nova aparição


Outro relato foi enviado ao mural de recados do site da Rádio União FM. Um homem teria caído de sua moto após dar de cara com a tal mulher. O recado de Orlando Almeida enviado ao programa “Acordando com os Passarinhos com André Lúcio” diz que “na noite de ontem, 6 de julho, a mulher-cavalo foi vista próxima à barragem do rio do Guilherme, Rio Jaguaribe.
Uma moradora de Antonópoles, localidade próxima ao local, ligou para o filho que se encontrava na cidade de Jaguaruana e contou o ocorrido. A mulher disse que um homem que passava de moto, ao virar o cruzamento, que fica antes da passagem molhada, teria focalizado em cheio a criatura, e com medo teria caído A mulher tinha receio que o filho fosse para casa sozinho e ligou pra ele não ir.


Como a tal criatura teria surgido


Segundo os comentários da população, a “mulher cavalo” era uma dona de casa simples que tinha três filhos e morava em um Sitio no estado do Rio Grande do Norte e seu marido um dia teria arrumado uma outra mulher. Com raiva e ciúmes, a mulher teria assassinado os próprios filhos e feito um pacto com o diabo.
O marido, ao ver os filhos mortos e saber que foi a própria esposa que os matou, desferiu-lhe algumas facadas e ela acabou morrendo. Mas a mulher voltou “do mundo dos mortos” para procurar os filhos e, quando avista alguém, passa a perguntar por eles. As pessoas apenas dizem que não sabem e ela se transforma na criatura, perseguindo-as em seguida. Alguns dizem que é a “besta fera”.
A população do município se divide. Alguns acreditam e dizem que morrem de medo, já outros afirmam que isto é mais uma invenção do imaginário popular.


Share on Google Plus

About Wesley Fernandes

0 comentários:

Postar um comentário