Desafio Charlie Charlie: A brincadeira das redes sociais que pode invocar demônios

Um suposto ritual de invocação de espíritos se tornou a nova mania entre usuários de redes sociais nesta terça-feira (26-05-15). No Twitter, no Instagram e no Vine, pessoas têm publicado diversos vídeos em que aparecem realizando o desafio, que lembra as famosas brincadeiras do copo ou do compasso.
Nos vídeos postados com a hashtag #charliecharliechallenge, é possível assistir às pessoas perguntando se o fantasma Charlie está presente, e depois pedindo conselhos a ele.
O ritual envolve colocar dois lápis um em cima do outro em forma de cruz, e escrever as palavras "sim" e "não" nos quadrados formados por eles. O invocador deve então perguntar "Charlie Charlie, você está aí?". Se um dos lápis se mover para a palavra "sim", o espírito estará presente.

Os perigos

Assim como o tabuleiro Ouija, essa brincadeira também tem seus perigos segundo pessoas entendidas do assunto, existindo até a possibilidade de invocar acidentalmente um demônio durante o desafio.

O padre norte americano Stephen McCarthy, disse os alunos da  Santos João Neumann e Mario Goretti Catholic High School, na Filadélfia, que não havia nenhuma maneira de saber o que poderia acontecer se eles fizessem o desafio.
Stephen McCarthy
"Esse é um jogo perigoso que circula na mídia social que encoraja abertamente jovens impressionáveis ​​para invocar demônios."


Uma orientação passada pelas redes sociais e de que qualquer um que contate alguma entidade deve dizer “Charlie, Charlie podemos parar?” antes de acabar com a visita ou essa pessoa estaria arriscando “deixar um portal aberto para demônios entrarem e saírem de sua casa quando quiserem”.
No twitter alguns usuários avisam: “Se você não dizer adeus a Charlie, você vai experimentar situações paranormais tais como ouvir vozes, coisas que estão sendo movidas, sombras, riso sinistrose muito mais.”

Origem do Desafio

Este jogo parece ter origem num outro jogo, de origem mexicana, que também envolve chamar Charlie. Neste, são precisos seis lápis e dois jogadores. Cada um segura três lápis de forma a criar um retângulo e faz as mesmas perguntas que no Charlie Charlie Challenge.
Não se sabe ao certo quando e onde foi o ponto de partida para essa "brincadeira" do Charlie Charlie Challenge tenha surgido, mas é bem provável que um vídeo publicado no YouTube em 2014 seja o início disso tudo! Um usuário mexicano postou o vídeo abaixo (talvez, surgindo aí a lenda de que o tal demônio seja do México):


Em janeiro de 2015, o site da loja virtual Pencils tentou (sem sucesso, na época) viralizar uma brincadeira usando dois lápis. Ali parece ter sido a primeira publicação “oficial” do “demônio mexicano”, mas a ideia custou a se tornar popular na web.
No dia 25 de maio de 2015, o usuário do Twitter, RicexGum publicou uma foto de uma folha de papel com dois lápis sobrepostos em forma de cruz, criando uma nova tendência nessa rede social, que se espalhou pela internet rapidamente.

Mas quem seria Charlie?

Há quem afirme que Charlie seria o espírito de um demônio. Ele seria uma entidade tradicional na cultura Mexicana, mas de acordo com a correspondente Maria Elena Navez, da agência de notícias BBC, não há nenhum demônio chamado ‘Charlie’ no México e a maioria das lendas mexicanas vêm da história antiga dos posvos Azteca e Maya, ou a partir das muitas crenças que começaram a circular durante a conquista espanhola. Dessa forma, é quase impossível que um demônio mexicano tenha sido batizado de “Charlie”!

Alguns vídeos publicados sobre o desafio




Piadas com o CharlieCharlieChallenge

Tudo bem que o blog Noite Sinistra não tem nada haver com humor, mas eu achei bacana compartilhar algumas brincadeiras que estão rolando em relação ao Desafio Charlie Charlie. Quem passa horas por dia nas redes sociais, em especial no Twitter, sabe como tudo que cai na rede vira zoeira.



Share on Google Plus

About Wesley Fernandes

0 comentários:

Postar um comentário