Trabalhando com a Morte

Já imaginou acordar todos os dias e ter a certeza que verá a morte de perto? Para algumas pessoas, esse fato é uma constante! São pessoas que trabalham com a morte. São muitas profissões ligaras direta e indiretamente com cadáveres. Com tantos assassinatos, acidentes fatais e mortes misteriosas, os trabalhos que envolvem essa área mórbida estão crescendo bastante... Separei 5 dessas profissões assustadoras, mas totalmente necessárias. E ainda um bônus. Uma profissão que lida com a morte indiretamente.




Médico LegistaO médico legista é o profissional que trabalha com a medicina legal, aplicando conceitos técnicos-científicos da medicina à causas legais e jurídicas. O médico legista é responsável por fazer o exame de corpo de delito em vítimas vivas ou mortas, relacionando-se com os mais diversos campos do direito, e elaborando laudos que permitam a análise de fatos ocorridos durante o crime, de armas utilizadas, da causa da morte, etc. Esse laudo do médico legista auxilia na investigação de cada caso, podendo até fornecer características do criminoso, como também de ser imprescindível na resolução de casos judiciais, consubstanciando os inquéritos e ações penais. As conseqüências dos ferimentos também são levadas em conta no laudo e no resultado da ação criminal.


Cientista Forenseo conjunto de todos os conhecimentos científicos e técnicas que são utilizados para desvendar crimes. Em casos de homicídio, por exemplo, são utilizados meios pelos quais descobrem, por exemplo, a hora, a data e a causa da morte, que matou, o que levou ao homicídio etc. Peritos de diversas especialidades são os profissionais que realizam os testes forenses dentro de instituições policiais, associadas ao governo, ou em consultorias independentes. As principais ciências forenses são: antropologia, entomologia, computação forense, biologia forense, balística...



Tanatólogo ou Maquiador de Cadáver - O nome é dado ao profissional responsável pela higienização dos corpos nas funerárias. Após retirar todos os líquidos e gazes internos de um corpo, é preciso “dar um banho”, vestir e maquiar o cadáver para que ele possa ser velado e enterrado. Mas maquiar um cadáver pode ser considerado uma arte. O maquiador de pessoas mortas segue uma série de regras para que o corpo possa permanecer bonito durante o velório.

Coveiro ou Sepultador Coveiro, ou sepultador é o profissional que trabalham garantindo a organização dos cemitérios, a limpeza das covas e jazigos, cavando e cobrindo sepulturas, carregando caixões, realizando sepultamentos e exumações, entre outras funções. Geralmente, a administração do cemitério é realizada por uma equipe de coveiros e serventes, além de um profissional de chefia que faz a organização financeira e administrativa.


EmbalsamadorMuitas culturas têm tradições antigas, rituais fúnebres e tratamentos especiais para os mortos. Algumas dessas tradições incluem tentativas de preservar o corpo o tanto que for possível. Enquanto os antigos egípcios mumificavam seus mortos, muitas culturas modernas buscam embalsamá-los. Quando uma pessoa morre, o corpo rapidamente se torna pálido e disforme. Isso não é nada agradável para familiares e amigos que precisam dizer adeus a seus entes queridos. É aí que entra o processo de embalsamar o corpo. Ele retarda a decomposição do cadáver e restaura a aparência do mesmo com o uso de maquiagem própria para isso. O embalsamento também desinfeta e esteriliza o corpo para prevenir a propagação de infecções. Os detalhes do embalsamento não são nada agradáveis. Ele envolve primeiramente a lavagem do corpo com sabonete germicida e massagem para aliviar a rigidez. Os embalsamadores drenam o sangue e gases e injetam um fluido desinfetante. Preparar o rosto envolve manter a boca e os olhos fechados com o uso de uma cola especial. Também é possível deixar o corpo mais bonito com maquiagem, manicure e depilação. Eles também vestem o corpo antes do funeral. Embalsamadores são expostos a produtos químicos tóxicos durante o processo e a doenças que se espalham no momento de manipular os corpos. Além da necessidade de ter uma forte constituição corporal para lidar com cadáveres, essas bravas pessoas também precisam ter tato para interagir com a família do falecido. Embalsamadores, agentes funerários e coveiros ganham em média US$ 41 mil por ano, e o salário pode aumentar de acordo com a experiência dos mesmos.

[Bônus]

Limpadores de Cena de CrimeA polícia, o departamento dos bombeiros e os investigadores da cena do crime executam tarefas cruciais nas consequências de uma morte violenta. Mas, em regra geral, não limpam. Lavar a cena após uma morte violenta é responsabilidade da família dessa pessoa. Agora há uma companhia, chamada Crime Scene Cleaner Inc. pode fazer o trabalho sujo, literalmente. É um serviço de manutenção de limpeza especializada em homicídios, suicídios e mortes acidentais. A companhia oferece serviços de limpeza, desinfecção e remoção de todos os artigos contaminados restaurando a cena a um estado seguro. Mas não é o que você está pensando, se você cometeu um crime você deve chamar a polícia primeiramente. O Crime Scene Cleaner Inc não vai limpar sua confusão.



No documentário abaixo, produzido pela National Geographic você pode acompanhar um pouco mais sobre o dia-a-dia dessas profissões estranhas (não para muitos, mas ainda é um TABU para boa parte da sociedade) e necessárias.


Share on Google Plus

About Wesley Fernandes

0 comentários:

Postar um comentário