As 10 estrelas mais brilhantes do céu - ††† Universo Sobrenatural †††

Hot

Post Top Ad

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

As 10 estrelas mais brilhantes do céu

Vamos ver quais são as 10 estrelas mais brilhantes do céu noturno, a partir do ponto de vista de um observador na Terra. Aqui não vamos levar em conta o nosso Sol, dado que obviamente esta é a estrela mais brilhante vista a partir do nosso planeta.

Quando olhamos para o céu, podemos ver muitas estrelas mesmo à vista desarmada, sem recorrer a nenhum instrumento de observação. Entre tantas estrelas, quais são as estrelas mais brilhantes? É a resposta a esta pergunta que este artigo pretende responder. Algumas dessas estrelas são na verdade um sistema de 2 ou mais estrelas ligadas gravitacionalmente, que a partir de um observador da Terra parecem ser apenas uma estrela. É a partir deste ponto de vista que vamos classificar as estrelas conforme o seu brilho.

Segue-se então a lista das estrelas mais brilhantes. Para cada uma delas é referida a sua respetiva magnitude aparente. Para saber o que é a magnitude aparente veja o artigo: Grandezas e Unidades de Medida
Astronómicas.



Sirius A e Sirius B - Foto Hubble
1º Sirius – Esta é a estrela mais brilhante do céu noturno. Podemos observá-la na constelação do Cão Maior. Sirius possui uma magnitude aparente de -1,46, e está a uma distância de cerca de 8,6 anos-luz da Terra. Na realidade Sirius é um sistema binário de estrelas constituído pela estrela Sirius A (a estrela maior) e Sirius B, uma estrela anã branca que só é possível ser observada com recurso a grandes telescópios.


Canopus

2º Canopus – A segunda estrela mais brilhante do céu noturno. Situa-se na constelação de Carina. A sua magnitude aparente é de -0,72 e está a cerca de 310 anos-luz de distância de nós.


Alfa Centauri - Credito: ESO
3º Alfa Centauri – Situada na constelação de Centauro, apresenta uma magnitude aparente de -0,27 e está a 4,4 anos-luz do nosso planeta. Trata-se na realidade de um sistema de 3 estrelas ligadas gravitacionalmente. A estrela Alfa Centauri A e Alfa Centauri B estão relativamente próximas uma da outra. A outra estrela deste sistema, de nome Proxima Centauri, está mais afastada das outras duas, sendo a estrela mais próxima de nós, estando “apenas” a 4,2 anos-luz de distância. Apesar disso Proxima Centauri só é observável com recurso a bons telescópios, dado tratar-se de uma ténue estrela anã vermelha.


Arcturus

4º Arcturus – Estrela que pode ser observada na constelação do Boieiro, e apresenta uma magnitude aparente de -0,04. Esta estrela situa-se a 37 anos-luz da Terra.


Vega - Foto infravermelha

5º Vega – Esta estrela pode ser observada na constelação de Lira. Possui uma magnitude aparente de +0,03 e está a cerca de 25 anos-luz do nosso planeta.


Estrela Capela

6º Capela – Pode ser observada na constelação do Cocheiro. A sua magnitude aparente é de +0,08, e situa-se a 42 anos-luz da Terra. Trata-se na realidade de um sistema de 4 estrelas, dividido em 2 pares de duas estrelas cada. Um dos pares é constituído por duas estrelas significativamente maiores que o nosso Sol (uma delas com um diâmetro 12 vezes maior que o do Sol, e a outra com um diâmetro 9 vezes maior que o do Sol), e o outro par é constituído por duas estrelas anãs de fraca luminosidade e significativamente distantes do outro par.


Estrela Rigel

7º Rigel – Pode ser observada na constelação de Órion. Sua magnitude aparente é de cerca de +0,12 e situa-se a cerca de 800 anos-luz da Terra. Rigel é na realidade um sistema de 3 estrelas, em que duas das estrelas são bastante menores e menos brilhantes que o seu elemento principal, uma estrela supergigante azul.


Prócion

8º Prócion – Pode ser observada na constelação do Cão Menor. Apresenta uma magnitude aparente de +0,38, e está a cerca de 11,4 anos-luz de distância de nós. Trata-se de um sistema de 2 estrelas, em que a estrela principal é provavelmente uma subgigante branca, e a outra uma estrela anã pouco brilhante.


Achernar. Crédito: Wikipédia.

9º Achernar – Localiza-se na constelação do Erídano. Apresenta uma magnitude aparente de +0,45 e está a cerca de 144 anos-luz de distância. Esta é também uma estrela dupla, em que o seu elemento principal emite mais de 1000 vezes a luz emitida pelo nosso Sol, porém a sua companheira é muito mais pequena e menos luminosa.


Estrela Betelgeuse

10º Betelgeuse – Situa-se na constelação de Órion. Sua magnitude aparente média ronda os +0,50. Betelgeuse é uma estrela de brilho variável. Esta estrela supergigante vermelha está a cerca de 640 anos-luz da Terra.

Fonte: http://www.siteastronomia.com/
Via: Bicho Noturno

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad