O que é parapsicologia, paranormal, parapsicólogo?



Francisco Schork



O termo parapsicologia, não poucas vezes, ainda soa estranho a muita gente, criando-se uma verdadeira confusão e mesmo desconfiança, pela simples razão de que ainda há quem lhe a associe a feitiçaria, bruxaria, ou a maluquice.


Na verdade, parapsicologia é a ciência que tem como desafio buscar uma explicação racional para os denominados fenômenos paranormais, ou seja, situações tidas como coisas do além, sem esquecer que, segundo [Grisa, 2007, p. 27]: Esses maravilhosos e extraordinários fenômenos paranormais, fatos aparentemente vindos do mundo do além, seguem leis definidas, tem um comportamento lógico, ainda que complexo e difícil de ser compreendido pelos leigos.


Já, o termo paranormal está relacionado à pessoa que produz os fenômenos paranormais, pela sua capacidade de percepção extra-sensorial, ou seja, percepções que vão além dos cinco sentidos, fatos estes que se manifestam através da telepatia, da pré-cognição, da claripercipiência e da bilocação de consciência chamados de fenômenos psi-gama.


Vale ressaltar ainda que além dos fenômenos psi-gama, o paranormal também provoca os ditos fenômenos psi-kapa, pois, através da ação da mente sobre a matéria pode provocar eventos como o ato de transportar, sem uma explicação lógica, um objeto de um lugar a outro, ou mesmo tornar realidade o processo de autocombustão, ateando fogo ao próprio corpo.


Para Grisa(2007, p.37):“Ser paranormal é tão bom quanto ser inteligente, possuir, dotes artísticos, ser criativo”, contudo, é também uma grande responsabilidade, pois, se a paranormalidade é exercida de maneira correta, ela pode beneficiar o próprio paranormal e muitas outras pessoas, já, se o paranormal, espontâneo ou treinado, for uma pessoa perturbada ou pessimista, seu potencial paranormal poderá ser altamente destrutivo, metaforicamente, comparado a fios de alta tensão elétrica soltos pelo chão.


Apenas a título de curiosidade, se na História Antiga, imperadores e reis, tinham por hábito contratar videntes e profetas, “ paranormais da época”, a fim de tomar decisões mais acertadas; na Idade Média, o potencial de certos paranormais foi direcionado a serviço da religião, como foram os casos do fantástico telepata São Francisco de Assis, já São Antônio de Pádua, famoso por sua capacidade de bilocação de consciência, assim como também São João da Cruz, com capacidade de levitação do próprio corpo.


E para encerrar, parapsicólogo se refere ao estudioso da parapsicologia, portanto, um profissional conhecedor da matéria, vendo a parapsicologia como ciência, aplicando as descobertas confirmadas e testadas pela experimentação.

Share on Google Plus

About Wesley Fernandes

0 comentários:

Postar um comentário