Chinesa vive em caverna por dois anos após ser abandonada pela família






Segue adaptação:

Jornais chineses noticiaram que uma mulher de 52 anos de idade vive há 2 anos em uma caverna úmida na periferia da cidade de Yichang, na província de Hubei, China, após sua família passar por dificuldades e não ter condições de cuidar dela.

Du Meiying repousa na caverna onde vive por dois anos.

Em um primeiro momento, a família enviou Du a uma casa de bem-estar social local, mas logo depois ela teve uma briga com outros moradores idosos e foi mandada embora. Sem qualquer outro tipo de apoio para se manter, ela passou a viver na caverna.

Du lava as mãos com água que ela coleta do teto gotejante da caverna.

Vivendo em tempo integral na caverna de 100 metros quadrados, ela usa uma bacia para recolher a água que goteja do teto para beber, cozinhar e se lavar.

Du se alimenta de arroz cozido com sal.

No momento, a única fonte de renda de Du são 100 yuans (Aprox. 50 reais) que recebe mensalmente do governo local. Para passar o tempo e complementar sua dieta, Du planta repolhos em um lote de terra fora de sua caverna com sementes doadas a ela por um fazendeiro local.

Du plantando hortaliças perto da entrada de sua caverna.

A cada dois meses, Du caminha até uma aldeia próxima para comprar arroz e outros suprimentos.

Du disse aos jornalistas que, atualmente, a sua saúde está muito frágil e ela espera encontrar algum lugar para ir onde ela não seja constantemente agredida pelo vento e pela chuva.

Du usa uma vara para ajudá-la a caminhar.


Este que vos escreve, rusmea.com, já dormiu em cavernas e sei que não são nada confortáveis...Mas uma coisa é passar uma noite de forma voluntária, outra é viver por 2 anos sem qualquer outra opção, no qual, o governo local deveria intervir na situação dessa senhora e tratar de enviá-la a uma instituição.
Tem horas que não se vê muita diferença entre os nossos governos...


Fonte: Rusmea
Share on Google Plus

About Wesley Fernandes

0 comentários:

Postar um comentário