5 Fantasmas japoneses assustadores

Quem já viu filmes japoneses sabe que nas terras orientais o papo é sério e muito mais desenvolvido do que no Ocidente, onde fantasmas são fantasmas e pronto. 
No Japão, fantasmas podem ser bons ou maus, alimentarem-se de raiva, amor e serem até tidos como amuletos de boa sorte. 
Para os japoneses, cada tipo de morte e ambiente tem um tipo de assombração específica, o que mostra o envolvimento das histórias de terror em sua cultura. Confira aqui 5 dos mais icônicos tipos de fantasmas da mitologia oriental:


05. Onryo
 
O seu nome significa “espírito rancoroso, vingativo”, e pode ser encontrada em qualquer lugar no Japão. Alimenta-se de ódio, e é manifestado por pessoas que morreram em situações de inveja, ciúmes, fúria ou ódio tão forte que o espírito não é capaz de ir ao próximo mundo. 
Os fantasmas aparecem da mesma forma que a pessoa que morreu, geralmente revelando marcas de ferimentos e sangue. Apesar de serem fortes o suficiente para matar seus alvos, preferem atormentar essas pessoas por longos períodos, tornando sua existência insuportável.
São implacáveis e, diferentemente de fantasmas comuns, continuam matando e assombrando os locais que habitam mesmo depois de punirem suas vítimas, apenas pelo ódio inato que têm. Um caso clássico envolvendo esse tipo de aparição é o da jovem Oiwa, que foi brutalmente desfigurada e assassinada por seu marido. 
É contado que, ao recontar a história dela, escritores e produtores dos diversos filmes e livros sofrem uma maldição. Por isso, é comum que façam preces em seu túmulo antes da produção de tais obras.



04. Goryo


Desde o Japão feudal, acredita-se que o status e características de uma pessoas as acompanhassem no mundo dos mortos, como uma recompensa ou maldição pelo que ela teria sido em vida. 
E quanto mais poderosa ou influente essa pessoa, maior seria a capacidade destrutiva de seu espírito. Entretanto, diferente das Onryos, que eram mulheres comuns e donas de casa, esses eram políticos, lordes e guerreiros, que com seus poderes causavam desastres gigantescos, como enchentes, incêndios e terremotos.


03. Funayurei

Esses fantasmas são considerados responsáveis por furar e afundar embarcações, já que são os espíritos de pessoas que morreram em naufrágios. 
Apesar de serem relatados como humanos ou fantasmas em navios marítimos, podem também aparecer em lagos e rios, por exemplo. Em dias de chuva e sob a Lua cheia ganham força.


02. Ubume


O nome significa “mulher quase dando à luz”, o que explica sua função. Esse espírito geralmente fica atormentado por preocupação, já que é resultado de mulheres que morrem próximas (ou durante) o parto. 
Aparecem em noites escuras e chuvosas e muitas vezes parecem com mulheres comuns carregando bebês, pedindo ajuda ou tentando comprar coisas em lojas, por exemplo, e pagando com folhas secas. Se o bebê tiver morrido, aparecem com ele, e tentam entregá-lo para as pessoas. 
Se elas o pegarem, ele se tornará cada vez mais pesado, até as esmagar. Podem também aparecer grávidas e até cobertas de sangue, com um feto nas mãos. Seu desejo é proteger seus filhos, o que não faz delas espíritos necessariamente malignos, mas nem por isso menos assustadores.



01. Zashiki-warashi


Esses fantasmas domiciliares costumam ficar em salas chamadas “Zashiki”, geralmente ocupadas por tatames, onde as crianças ficam. São bagunceiros, amados e relacionados à sorte – japoneses acreditam que casas com eles dão sorte. 
Aparecem como crianças de 5 ou 6 anos, com faces rosadas, demonstrando inocência. São também considerados guardiões de residências, e, caso exorcizados, deixam a casa livre para que um espírito realmente mau a ocupe.

Share on Google Plus

About Wesley Fernandes

0 comentários:

Postar um comentário